• ONG PRINCÍPIO ANIMAL

O Abate de Cavalos no Rio Grande do Sul


Portal da Saudade - Óleo sobre tela - Marciano Schmitz


Desde a década de 1990 o município de São Gabriel/RS guarda a prática de abate de equídeos para exportação. O animal que é reconhecido oficialmente como símbolo do Estado do Rio Grande do Sul é objeto da atroz deslealdade por seus ditos companheiros de vida, os gaúchos.


O quilo de carne de equídeo é vendido para os frigoríficos no valor médio do R$ 1,00 (um real). Animais usados ao longo da vida para servir, originários desde fazendas até os miseráveis cavalos de carroças das cidades gaúchas, ao final de sua utilidade são vendidos como "cavalo de descarte" por seus tutores. Abastecem mercados em outras terras onde justamente deveriam ser reconhecidos como a extensão das façanhas de batalhas e conquistas, que tanto o gaúcho eterniza em suas canções e literaturas da identitária Sul-rio-grandense.


Em defesa e com intuito de vociferar por esses animais, a Princípio Animal ingressou com Ação Civil Pública Cautelar de Exibição de Documento em face do Frigorífico Foresta LTDA. Para embasar os pleitos, foi acostado aos Autos parecer técnico, baseado nas diretrizes do Conselho Federal de Medicina Veterinária, confeccionado por profissional altamente qualificada.


Entre os pedidos requeridos pela Princípio Animal estão a apresentação de diversos documentos exigidos por lei para realização do abate (a fim de que se verifique se as normas estão sendo satisfeitas) e o cumprimento de resultado prático equivalente para identificação do cumprimento das normas, a ser cumprido através de visita por membros da Princípio Animal às instalações do Frigorífico Foresta.


O processo resta em curso, com os trâmites de praxe, e aguarda Contestação do Frigorífico Foresta LTDA.


Embora o nosso pleito não possa ir além da máxima fiscalização normativa dos abates, por se tratar no valor de que os cavalos estão (ainda) como “mercadoria” legal. O objetivo é lançar o embate sobre o paradigma moral no ato de matar esses animais que tanto serviram e servem de inspiração e condição para as bases do arquétipo gaúcho.

De que batalhas o povo Sul-rio-grandense diz travar quando o objeto máximo de sua cultura é aviltado a cada dia entre açoites, indiferença, até o trágico destino como descarte?


REVOLTE-SE: CONSTRUA!

ONG PRINCÍPIO ANIMAL

91 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

I MANIFESTO PELA LIBERTAÇÃO DOS CAVALOS DE CARROÇAS

MANIFESTO I PELA LIBERTAÇÃO DOS CAVALOS DE CARROÇAS Ao longo das narrativas discursivas em defesa dos condutores de carroças, muitos insistem no falso dilema a uma suposta perda de trabalho do recicla